quinta-feira, 29 de setembro de 2011

O Lendário Lampião

Muitos acreditam piamente que Lampião realmente foi morto em 1939 na gruta de Angicos junto com seus cabras na famosa emboscada, porém, algumas pessoas têm dúvidas sobre esse  fato e um desses que levantavam dúvidas sobre esse assunto era o saudoso Graciliano Ferreira.

Em 2007 estive na cidade de São Sebastião do Umbuzeiro e conheci seu Graciliano, que é pai dos gêmeos  Gabriel e Daniel  e da jovem professora Graziely... do alto dos seus 70 anos e mesmo evangélico era um grande admirador de Lampião, seu conterrâneo e amigo do seu avô e do seu pai... seu Graciliano era de Serra Talhada, mas, como todo nordestino sempre vivia a procura de um lugar melhor até que achou Umbuzeiro onde parou e constituiu sua familia... esse depoimento guardei ele na esperança de encontrar mais alguém com uma história semelhate e quando fui marcar pra gravar mais algumas perguntas soube que seu graciliano havia falecido, então esse vídeo é também in memorian...
O Homem Que Plantava Árvores
Eu já assisti esse pequeno filme umas dez vezes, quando ele passava na Tv Escola, ficava repetindo durante semanas e em dois horários e ficava fascinado com essa maravilhosa história, achei ela dublada em português dividido em partes mas se você assistir essa parte pode achar facilmente a outra no youtube...

O Homem Que Plantava Árvores
Direção: Frédéric Back
Produção: Frédéric Back
Hubert Tison
Roteiro: Jean Giono
Jean Roberts
Narração: Philippe Noiret
Christopher Plummer
Edição:   Norbert Pickering
Duração: 30 minutes
País de Origem: Canada
Língua Original: Francês

Produzida em 1988, esta animação dá “movimento” ao fantástico texto homônimo de Jean Giono(1895-1970) que foi produzido para a Revista Readers Digest, em 1953 e cuja expressão atingiu proporções mundiais. Uma obra que abarca uma ambientação muito ampla ao englobar os anos desde 1913 a 1947 e é considerada um manifesto pela causa ecológica, tendo sua adaptação para as telas feita pela dupla Frédéric Back e Philippe Noiret Por este motivo, acho pertinente desenvolver um pouco algo a respeito do contexto deste período.
A história tem início um ano antes do assassinato do herdeiro do trono austro-húngaro Francisco Ferdinando. Momento que marca o início da Primeira Guerra Mundial (ou A Grande Guerra(1914-1918), como ficou conhecida no período) cuja destruição de boa parte da Europa em função da lógica da “guerra total” (presente no contexto) e do desenvolvimento das “máquinas de guerra” – inclusive a primeira utilização do avião com tal finalidade –conduziu estes países a um momento caótico, marcado pela reconstrução das cidades destruídas tanto da Tríplice Entente, como da Tríplice Aliança.
Esta guerra fica marcada como um conflito de caráter puramente imperialista, no qual as grandes potências européias digladiavam-se pelo predomínio econômico sobre as colônias da África e Ásia, com fim de obter fontes garantidas de mão-de-obra barata e matéria prima, assim como desenvolver novos nichos de mercado para seus produto. Tal conflito teve seu fim com a derrota da Tríplice Entente, composta pela Itália (que passa para o lado da Aliança no ano seguinte ao início da guerra), Império Austro-Húngaro e Alemanha e culminou no famoso Tratado de Versalhes conhecido por agregar, em si, conceitos imperialistas por impor condições muito “pesadas” às nações derrotadas – algo que resultou em um forte sentimento revanchista entre as mesmas, assim como ofereceu uma situação favorável aos EUA para que estes tivessem um crescimento econômico sem precedentes, pautado no fornecimento de materiais e alimentos para a reconstrução da Europa.
(...)
Como resultado deste conflito temos a derrota do Eixo, marcada pelo lançamento das bombas nucleares sobre as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki e, uma vez mais, a Europa termina totalmente destruída. A partir deste momento, da-se início os período que ficou conhecido como Guerra Fria.
Apesar de longo (e até maçante) esta contextualização resulta importantíssima para uma melhor compreensão desta animação que parte do relato de um jovem que, por suas andanças conhece o solitário pastor Elzéard Bouffier na região dos Alpes Provençais (entre a região de Banon e Vergons) e o descobre em uma obstinada tarefa de plantar sementes de carvalho por uma região inóspita. Um ato que, para muitos resulta uma loucura, mas que para nosso protagonista revelar-se-á uma importante lição de vida, o conduzindo a uma profunda reflexão a respeito das relações entre o tempo, a natureza e o ser humano.
Dotado de uma complexa serenidade, o personagem de Bouffier é, pelo autor, apresentado como um excepcional modelo de caráter e perseverança que, focado em sua tarefa, passa alheio a estes momentos da história que conduziam ao desespero os mais variados pontos do mundo. Uma situação que nos leva a refletir sobre a ínfima importância dos conflitos humanos diante da invariável do tempo, que passa e dissolve tais pequenisses, restando disso o pó e a poderosa natureza. E que por mais que nos deixemos levar pelos momentos, a situação há de passar e o humano, com sua breve existência, junto com ela.
Esta animação nos ajuda a lembrar o como somos pequenos diante da historia deste mundo e que, assim como muitas civilizações já o fizeram, haveremos de perecer, após este florescimento. Então, a natureza haverá de tomar seu lugar e restaurar as mudanças e a destruição que causamos.
Constituída por meio da complexa técnica do giz pastel, esta obra segue um tranço marcado por constantes mutações e sua semiótica nos conduz por uma constante confusão de um mundo árido e explorador para terminar em vastos campos florescidos, por onde corre um jovem veio d´água. Este final me fez pensar muito sobre a necessidade de persistir em nossos sonhos para que, quando nos formos, fique algo (por menor que seja) construtivo e interessante nos corações daqueles que passam por nós…

Matéria extraída do site: V4C4L0C4

quarta-feira, 28 de setembro de 2011


Parlamento da Coreia do Sul aprova castração química de pedófilos

AE-AP - Agência Estado

O Parlamento da Coreia do Sul aprovou nesta terça-feira, 29, a legalização da castração química como punição para pedófilos. A decisão foi tomada após uma série de ataques violentos que indignaram o país.

O projeto de lei foi apresentado pela primeira vez em 2008 como resposta ao caso amplamente divulgado de um homem de 58 anos que atacou e estuprou uma menina de 8 anos. O ataque deixou a vítima com ferimentos físicos permanentes e causou revolta entre os sul-coreanos.

Matéria completa: Estadao.com.br

domingo, 25 de setembro de 2011

Revista Veja
Laboratório de invenções da elite

Por Anselmo Massad, da revista Fórum



Manipulação e maldade: Matérias encomendadas, fotos manipuladas, para desmoralizar os sem-terra. Fraternidade com os excluídos só da boca para fora da "família brasileira".
Um movimento popular ganhava atenção e simpatia da opinião pública fazia dois anos. Era preciso desmoralizá-los. Em junho de 1998, a capa da revista semanal com maior tiragem do país enquadrava uma das lideranças do movimento com uma iluminação avermelhada produzida nas telas de um computador sobre o rosto com uma expressão tensa. A chamada não deixava dúvidas: “A esquerda com raiva”. O rosto demonizado era de João Pedro Stédile, líder do movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), e a publicação, Veja.
Na matéria, além de explicitar sua posição, descredenciando o movimento por defender idéias contrárias às defendidas pela revista, os sem-terra eram apresentados como grupo subversivo-revolucionário, quase terrorista. Apesar das quase duas horas de entrevista, só foram aproveitadas declarações do líder de debates sobre socialismo em congressos devidamente descontextualizados. Stédile conta que, após a publicação daquela reportagem, ele e as lideranças do movimento tomaram a decisão de não atender mais à revista. Na época, uma carta anônima circulou por correio eletrônico revelando supostos detalhes de como a matéria teria sido produzida. A carta não comprova nada, e atribui ao secretário geral de Comunicações de Governo de Fernando Henrique Cardoso, Angelo Matarazzo, a “encomenda” para desmoralizar os sem-terra.
A iniciativa de não dar entrevistas à Veja também foi adotada por Dom Paulo Evaristo Arns, ex-arcebispo da Arquidioscese de São Paulo, quando presidia a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O motivo era a distorção da cobertura. Procurado, não quis discutir o tema, apesar de manter a determinação de não conversar com jornalistas do veículo.

Fonte: NovaE

sábado, 24 de setembro de 2011

20 anos de Nevermind o inesquecível album do Nirvana
Nesses 20 anos do album Nevermind a MTV está fazendo uma programaçao hoje e amanha com 14 horas diarias de NIRVANA.... velhos tempos em que a mtv realmente tinha rock n roll...
"como dizia uma das músicas de legião urbana na minha decepcionante fase adolescente: é tão estranho os bons morrem jovens, assim parece ser quando me lembro de você e de muita gente que acabou indo embora cedo demais..."  uma pena que essas mentes brilhantes tenham uma atração tão grande com o trágico e dessa forma parece que tudo se repete e tem o mesmo final prevísivel assim como previamos com a última estrela da lista a incrivel Amy Winehouse que se juntou a Kurt Cobain, Jim Morrison, Janis Joplin, Jimi Hendrix  e Brian jones, sendo todos eles podados aos 27 anos de idade, é como o lema morra jovem e seja eterno fosse a máxima dessa galera que tinha tanto ainda pra mostrar, mas, parece ser "melhor viver dez anos a mil do que mil anos a dez" como dizia Lobão...
Há um filme muito bom do diretor Gus van Sant chamado "Last Days" que narra de forma muito interessante os últimos dias de Kurt Cobain, líder do Nirvana...
São históricos 20 anos de um album que custou 600 dolares pra ser gravado e entrou pra história do rock n roll como um dos mais bem sucedidos albuns do rock mundial... vida longa ao grunge... mesmo não tendo o que comemorar já que perdemos o grande protagonista dessa história.

Ficando por aqui com a minha frase favorita da época do Estadual:
"ROCK, POESIA E ATITUDE!"

Asley Ravel
Ai que Vida
O fenômeno popular do único filme no mundo que tem mais gente doida e feia que João Badalo e a Botija Encantada...

Ai que Vida!

Ai que vida! é um filme de drama e comédia brasileira lançado em 14 de setembro de 2008 no Maranhão. Foi dirigido pelo jornalista e cineasta maranhense Cícero Filho, sendo este o seu 24º trabalho cinematográfico[carece de fontes]. As filmagens foram feitas nas cidades de Amarante e Teresina, no Piauí; Poção de Pedras, Esperantinópolis, Timon e São Francisco do Maranhão, no Maranhão. Os atores e os técnicos foram pessoas das próprias comunidades. O filme teve um custo total de trinta mil reais.[1]

O filme foi lançado foi nos cinemas de um shopping center de Teresina.[2][3][4]

Segundo a direção dos Cinemas Riverside, o filme alcançou a marca de mil espectadores em menos de uma semana, superando a bilheteria de um dos filmes da série Harry Potter naquela sala.[5] No final da temporada neste shopping, o filme chegou a uma marca de mais de cinco mil espectadores.[6]

No estado do Maranhão, o filme ficou em cartaz no Cine Praia Grande.[7] O longa foi exibido diariamente e teve que ganhar uma sessão extra para atender os espectadores[carece de fontes]. Depois do Maranhão, o filme teve sua exibição em festivais da Paraíba e Brasília.[8]

Segundo o cineasta[carece de fontes], foram feitas pouquíssimas cópias originais desse filme, cerca de 300 DVDs apenas. Porém, o filme se tornou popular graças à ação da pirataria.[8] Em poucos meses, tornou-se uma febre entre os camelôs de cidades grandes como São Luís e Brasília.[9] Além de Teresina, o filme se popularizou por outras cidades menores do interior do Piauí, Ceará, Maranhão, Pernambuco e Paraíba, entre outros estados do nordeste, espalhado por camelôs, internet e fãs
Fonte: wikipedia.org
O Veneno e o Antidoto
O Veneno e o Antidoto, um documentário extraordinário dirigido por Estevão Ciavatta (que é mais conhecido por produções com a apresentadora Regina Casé)... esse documentário heroico ele viajou por lugares na Colombia onde se tenta levar uma cultura de paz mesmo cercada pela guerra entre guerrilheiros e paramilitares, onde tanto a guerrilha mata inocentes como as forças do governo fazem o mesmo e sem que haja nenhuma justiça. Um documentário forte, corajoso e extremamente necessário pra denunciar um estado de caos e impunidade reinante onde uma comunidade tem mais 140 crianças orfãs, dezenas de viuvas e que em alguns casos perderam marido, filhos adultos e até crianças mortas de forma brutal por forças do governo colombiano que aliado aos Estado Unidos endureceram o cerco contra os plantadores e traficantes de coca, o que deixou as populaçoes rurais em meio ao fogo cruzado... quem tiver acesso eu recomendo assistir a esse documentário que acabei de assiti-lo na tv Camara e só achei o trailer na internet.

Asley Ravel



Ficha Técnica
Direção - Estevão Ciavatta

Formato: XDCAM HD
Categoria: média-metragem
Gênero: Documentário
Ano: 2008
Duração: 52min.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Quanto vale um politico 
 Circula no facebook os seguintes dados:
BOPE......................... R$ 2.260,00 ............. Para arriscar a vida; 
Bombeiro................... R$ 960,00 ................ Para salvar vidas;
Professor................... R$ 728,00 ................ Para preparar para a vida; 

Médico...................... R$ 1.260,00............... Para manter a vida;
Deputado Federal....... R$ 26.700,00 .............Para fuder a sua vida.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Um satélite na cabeça
Monteiro é a cidade das parabólicas e com razão, primeiro o sinal aberto dos canais é um lixo e fica-se limitado a dois ou três canais, imagina se com uma parabólica com dezenas de canais tá cada vez mais dificil encontrar algum programa com algo útil imagina só com dois ou três... segundo os canais paraibanos deixam muito a desejar, principalmente quanto a algum informativo sobre o Cariri que sempre é esquecido, aparecendo apenas quando é caso de policia ou tragédia...
Desse modo todos deixam de comprar um movel ou uma bicicleta pra comprar uma parabólica e confesso que sem uma parabolica é melhor nem ter tv... eu que sou viciado em canais como Futura, Cultura, MTV e Tv Escola sem uma parabólica sobra canais como globo, sbt e record... a globo há tempos que não produz uma novela louvavel e até o jornal nacional perdeu muito de sua credibilidade porque hoje ficou mais dificil manipular já que tudo pode ser revisto ou contestando em tempo real pela internet e a programação tá cada vez mais apelativa em busca de toda e qualquer audiência... hoje muitos jovens deixam de assistir uma novela pra plugarem-se no facebook, orkut ou msn  a tv vai se tornar obsoleta?? Isso ainda não sei, mas, é bom ver como a internet pode mudar muita coisa e até mesmo a internet tende a se torna extensões dos grandes conglomerados e impérios que reinam... por isso uma internet livre é essencial para criar novos mundos e novas tendências e todos poderem postar o que fazem pensam, seus vídeos suas fotos e a tv fica alienada em seu mundo onde apenas alguns podem aparecer e dizer o que fazer, o que comer, o que vestir, o que gostar... será que você ainda acredita em malhação e rebelde???
Chico Science dizia: "Um satélite na cabeça" e realmente os satélites mudaram o mundo com seus sinais suas transmissões, "o mundo ficou perto"... agora uma revolução pode ser começada pela simples postagem de um vídeo ou uma foto no twiter ou no facebook convocando todos para um protesto, para pegar em armas e derrubar governos... e a manipulação também começa a fazer parte e esse mundo virtual começa a mostrar seus tentáculos... um satelite na cabeça e as coordenadas de qualquer alvo em um google maps!!!

Asley Ravel
A Paraíba Precisa ser Assistida: Movimento Pelo Cinema Paraibano
E foram esses realizadores que roubaram a cena na abertura do Cineport. Vestidos de branco, os integrantes do movimento #PeloCinePB ergueram uma faixa na plateia chamando atenção para a necessidade de mais investimentos no setor. O governador da Paraíba em exercício, Rômulo Gouveia, recebeu em mãos um panfleto do movimento e, em seu discurso, garantiu atenção ao audiovisual no estado. Rômulo, acompanhado do prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, e parlamentares aliados deixaram a sala logo após as formalidades da abertura, o que rapidamente rendeu burburinhos do tipo: "já vão saindo de fininho".

Matéria completa:
Cartaz de Cinema

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Por um Mundo mais justo a Palestina merece e tem o  direito de ter o seu territorio reconhecido como um Estado Independente, os Estados Unidos e Israel como sempre se posicionam contra, mas, eles têm seu território e porque a Palestina não pode ter?
  
Dilma vai destacar criação do Estado palestino na ONU
Ainda que a estratégia brasileira de se impor como líder internacional com um discurso centrado nas questões do Oriente Médio possa incomodar os Estados Unidos e Israel, a intenção do governo é explicitar que há um processo de mudança da geopolítica mundial e o Brasil faz parte desse novo pelotão de frente.

Em dezembro do ano passado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reconheceu o Estado palestino em carta enviada à Autoridade Nacional Palestina. Com isso, o Brasil se juntou a cerca de 130 países, número que supera o mínimo necessário de dois terços dos 193 países membros da ONU para que o território seja reconhecido oficialmente.
R7

domingo, 18 de setembro de 2011

Uma vergonha brasileira

 A morte da juiza Patrícia Acioli mostra o quanto a justiça no Brasil não intimida nenhum assassino, certos da impunidade. Nem ao menos uma juiza pode ser honesta e agir sem sofrer as consequências??

É esse o Rio de Janeiro das "Olimpiadas e da copa" que quer ser o centro das atenções do mundo vivendo sua propria guerra civil com conflito e extermínio por todos os lados??

Nomes e Números
Achei esse documentário muito interessante ele faz perguntas que muitos de nós queremos fazer e indaga o sobre o poder do voto e porque votar?

Documentário "Nomes & Números" ("Democracia") from Felipe Macedo on Vimeo.


Um dia, 12 horas.
Eleições Presidenciais, duas opções e quatro números.
Reflexões coletivas
Democracia? Ignorância?
Promessas
Alienação coletiva como instrumento de manobra e outros temas são abordados em diversas entrevistas de eleitores a caminho do voto, enfrentando a mesma fila, os mesmos botões...

Uma reflexão coletiva filmada e editada em 25 minutos.

Dirigida por Felipe Macedo
Produção Executiva Carolina Fernande

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Rômulo, o famoso "Falcão do Cariri", mostrando as técnicas de camelô que aprendeu em São Paulo e como bom empreendedor já contratou um funcionário: João da Loca

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Milhares de fiéis vão as ruas na procissão de Nossa Senhora das Dores
A tradicional Festa da Padroeira de Monteiro Nossa Senhora das Dores mais uma vez reuniu milhares de católicos em procissão que encerrou com uma celebração em frente a igreja matriz e show de Batista Lima e Banda Farol, onde todos cantaram, louvaram ou agradeceram graças alcançadas.
Padre Carlinhos e Padre Artur estiveram a frente das celebrações que estavam sendo auxiliados pelos jovens da carismática, que se dividiam entre organizar, servir e vender nas barraquinhas que vendiam guloseimas em prol da reconstrução do salão paroquial.












terça-feira, 13 de setembro de 2011

O time forte do alcool
O primo (o que tá na famosa posição da rã) e Romão o qual tiveram uma desinteligencia, como diz o jargão policial, vieram atrás pra tirar uma foto deles e postar na internet e o Chiquinho que tá com o copo na mão tava tomando a marvada lá no campo de aviação no dia da visita do governador a Monteiro.

domingo, 11 de setembro de 2011

Missa do vaqueiro de Monteiro tem número recorde de participantes
























Festa da Padroeira Nossa Senhora das Dores em Monteiro